Principal   Regras de Corridas   Membros Relatos Resultados Calendário
 

 
- Identificação
- Norma 12 CBat
 


Conheça o E.S.



Histórico

A Associação dos Corredores do Espírito Santo - ACORES é uma entidade sem fins lucrativos, com ata de fundação datada de 27 de setembro de 2000, arquivada no Cartório de Registro Civil das Pessoas Jurídicas, sob o número 18.551 – Livro 20, em 05 de dezembro de 2000. Está inscrita no Cadastro Nacional das Pessoas Jurídicas do Ministério da Fazenda sob o n. 04.193.473/0001-03. É Filiada na Federação de Atletismo do Espírito Santo sob o numero 9. A primeira diretoria foi eleita sendo constituída de Sr. Romeu Bonella Sepulcri para Presidente e Sr. Ademar Tristão Filho para Vice Presidente. Em 25 de janeiro de 2003, foi eleito para Presidente o Sr. Ademar Tristão Filho e para Vice Presidente o Sr. Romeu Bonella Sepulcri. Em 31 de janeiro de 2005, foi reeleito o Sr. Ademar Tristão Filho para Presidência e para Vice Presidência, o Sr. Luiz Antonio Bernardes da Silveira.

A ACORES, veio para suprir as necessidades sentidas pelos corredores, que sempre buscaram o respeito, a qualidade, a integração, a comunicação, o entendimento, a participação, o conforto e a orientação. Reza em seu estatuto, que não existe discriminação de classe social, raça ou sexo. Dessa forma a ACORES congrega em seus quadros de associados, pessoas das mais diversas profissões: Odontólogos, bancários, médicos, administradores, garis, políticos, empregadas domésticas, engenheiros, representantes comerciais, lojistas, advogados, aposentados, promotores de justiça, professores de educação física, militares, enfim, um grupo bastante heterogêneo nas profissões, porém, quando se reúnem para a prática da corrida, todos esquecem as suas patentes e graduações, formando um grupo homogêneo, onde todos buscam o bem comum, na união dos esforços, onde se fala uma única linguagem e se colocam no mesmo patamar, em respeito às limitações da classe social de seus integrantes.

Neste ano de 2005, a ACORES está completando 5 anos de fundação, tendo mudado totalmente o panorama das corridas de rua no Espírito Santo, onde a referencia perante os demais Estados do Brasil era limitada somente nas DEZ MILHAS GAROTO. Hoje já podemos tranqüilamente citar a CORRIDA DOS CARTEIROS, a CORRIDA DA UNIMED, CORRIDA NOTURNA CIDADE DE VITÓRIA e MINIMARATONA DA PAZ (marca registrada da ACORES) e mais recente que ocorreu do último dia 04/09/2005, a 1ª CORRIDA DA FAESA, a qual como neófita no ramo, deu uma verdadeira demonstração de profissionalismo e senso de organização de como se deve organizar uma corrida. Aquele evento foi mais um marco no esporte capixaba, o qual deixou a sua marca e o registro garantido no Calendário Capixaba, como um bom evento para participar. Foi a corrida que em sua primeira versão, registrou um expressivo numero de 700 corredores, inclusive contando com corredores de outros Estados do Brasil, ficando de fora ainda mais de 50 atletas os quais não conseguiram fazer a inscrição em tempo hábil, considerando que os organizadores cumpriram rigorosamente o regulamento, razão do sucesso do evento.

Antecedendo ao tempo, o espírito de Associação entre os corredores, surgiu em 1980, quando alguns corredores citamos Marcelo Medina, Cel Macedo, Jose Lopes, o japonês Tomita, Ademar Tristão, Reginaldo Nascimento, e com a participação de integrantes da Policia Militar, fundaram a ACORES–Corredores do Espírito Santo. As reuniões eram uma vez por semana no Clube de Oficiais da Policia Militar em Jardim da Penha. Foi o inicio de uma integração e participação de atletas junto ao antigo DEARES. Foi o inicio da participação de atletas capixabas no cenário nacional. Acreditamos que foi inicio da participação de atletas capixabas em Maratonas fora do Estado.

O tempo passou, e a ACORES caiu no esquecimento, até que em março de 1995, surgiu a ASCOCA–Associação dos Corredores Capixabas do Município de Vitória Estado do Espírito Santo, com a finalidade especifica da prática de Corrida de Rua Amadora, sua diretoria foi formada por Reginaldo do Nascimento Santos para presidente, Celso Lopes Faria, para vice-presidente, 1º. Secretário Luiz Paulo Almeida; 2º. Secretario José Alves Melandes; 1º. Tesoureiro Jose Maria Martins; 2º. Tesoureiro Vicente de Paulo Mendes Lírio.

Na presidência daquela entidade, Reginaldo do Nascimento, sempre foi um entusiasta da integração dos atletas, participava ativamente das corridas de rua, organizava grupos para viagens dentro e fora do Estado. Notava-se na época, que o presidente trabalhava sozinho na manutenção do grupo, foram 3 anos de lutas, até que finalmente em função do acúmulo da carga de trabalho que envolvia a sua empresa e a entidade que presidia, viu-se obrigado a se afastar da ASCOCA, para se dedicar exclusivamente às sua atividades profissionais, deixando a entidade órfã.

Em 23 de abril de 1998, um grupo de corredores, formado por Ademar Tristão Filho, Reginaldo Nascimento Santos, José Roberto Ferreira Souza, Jose Carlos Silva, Luiz Carlos Carvalho, Fernando Rodrigues Azevedo, Maria de Lourdes Venturini Fortunato e Alberto Miled Monteiro, reuniu-se em Assembléia Geral Extraordinária, para reativar a Associação de Corredores Capixabas do Município de Vitória. Naquela data, a nova diretoria ainda não tinha posse de toda a documentação necessária para que uma entidade pudesse funcionar normalmente. Queremos registrar o dificílimo trabalho do corredor José Carlos da Silva, que fazia parte do Conselho Fiscal, de reunir toda a parte documental, para prosseguir com a ASCOCA. Foi perfeito o seu trabalho, porem a nova diretoria, deparou com problemas fiscais junto a Receita Federal, não havia cadastro no INSS e outros documentos necessários para uma boa entidade. Mesmo assim, ficamos o ano de 1998 e 1999, usando simbolicamente o nome ASCOCA em corridas. Era o inicio de espírito de organização.

As dificuldades de ter a documentação da ASCOCA, em condições legais de prosseguir atuando, despertou entre os corredores, o interesse de se criar uma nova Associação. Uma Associação que respondesse aos anseios dos corredores. Uma Associação que representasse bem os corredores.

Ano de 2000, nasceu a ACORES, a ACORES não só do município de Vitória e sim de todo o Estado do Espírito Santo. A ACORES com personalidade jurídica distinta dos seus associados repetimos, sem a distinção de raça, classe social, sexo, pensamento, credo religioso e nacionalidade, tendo como finalidade a prática e a difusão do atletismo em todo o Estado do Espírito Santo. Hoje com 5 anos, já é respeitada no âmbito do pedestrianismo, porque tem um quadro de 118 associados, todos de alto nível, participam dos grandes eventos, no Rio de Janeiro, Nova Friburgo, Belo Horizonte, São Paulo, Aracajú, Porto Alegre, Florianópolis, Curitiba, Brasília, Nova York, Paris, Buenos Aires, e já somos conhecidos em vários Estados do Brasil, através das mensagens de eventos encaminhados pela Diretoria de Comunicação Social da entidade, para os corredores de fora do Espírito Santo.

Para coroar o êxito da Organização da ACORES, ressaltamos um fato curioso e talvez inédito: Todos os membros da sua Diretoria são corredores. Mensalmente, temos o já famoso CAFÉ DA MANHÃ, que criamos para festejar os aniversários dos Associados dentro do mês. Não podemos esquecer da tarefa de organização da atleta Vera Lucia Macambira e hoje pela esposa do Presidente da Entidade, Ormandina do Carmo Tristão, sempre preparando tudo com muito carinho. Inclusive já está participando das corridas de rua. O Café da manhã, hoje é uma reunião de Associados para bater papo, ouvir palestras, manter integrado o grupo. Ele hoje é pretexto de treinamento para Maratonas e Meias Maratonas. Enfim, o Café da Manhã foi a forma encontrada para todos os Associados mostrarem que é muito fácil estar de bem com a vida.

Deixamos para o fim, os agradecimentos aos Diretores Lucio Barbosa, Jonair Eugenio e Hugo Ignácio, que sem prejuízo de suas atribuições normais como profissionais, dedicam boa parte do dia, para que possamos ter uma Associação que está realizando tudo que o corredor de rua sonhou. Também nossos agradecimentos a Empresa Ranking Esportes, que acreditou em nosso trabalho, bancando inicialmente a Minimaratona da Paz. A FAESA, na expressiva representação de nosso Associado James Theodoro, proporcionou o instrumento mais importante da nossa comunicação. Com muito orgulho, temos o nosso recém criado Site www.acor-es.org, do qual ele é o gestor, para mostrar a todos os corredores, o que acontece no mundo do atletismo. A ATRIP CONSULTORIA EM ATIVIDADE FÍSICA, representada pela nossa Associada Eliane Gonçalves, além de Diretora de Esporte da Entidade, que tem apresentado de maneira espontânea, a técnica, a prática e a manutenção de um corpo saudável para o esporte. Enfim, acreditamos que no aniversário da ACORES, todos foram presenteados.


Parabéns para a ACORES, pelos seus 5 anos.


Ademar Tristão Filho
Presidente da ACORES





© 2008 Acor-es. Todos os direitos reservados
Este site é melhor visualizado em 1024x768 pixels - Desenvolvido por RMachado.